Publicações recentes

Strogonoff de cogumelos

Strogonoff de cogumelos

Olá a todos! Se há prato que aumenta a gulodice a muita gente é o strogonoff. No entanto, a versão original é muito calórica, com um perfil inflamatório e pouco interessante nutricionalmente. Então hoje trago uma versão de strogonoff mais saudável, além de vegan. Faz-se 

Gelatina Zero – posso comer à vontade? (inclui receita caseira)

Gelatina Zero – posso comer à vontade? (inclui receita caseira)

Bom dia! Não é incomum conhecermos pessoas que incluem a gelatina de forma praticamente diária, sendo a mais comum a gelatina % açúcar. Uma vez que esta gelatina apresenta um valor calórico muito baixo, é muitas vezes convictamente sugerida como benéfica para a perda de 

O leite é saudável: sim ou não?

O leite é saudável: sim ou não?

A resposta a esta pergunta não tem um sim ou um não, mas sim muitas outras perguntas associadas:

  • É um leite de vaca de pasto ou de produção industrial, com exposição a stress e uma ração mais inflamatória?
  • O seu intestino produz lactase adequadamente para conseguir digerir bem o açúcar do leite (lactose)?
  • Sofre de alguma alergia às proteínas do leite de vaca?
  • Tem síndrome dos ovários policísticos?
  • Endometriose?
  • Resistência à insulina?
  • Diabetes?
  • Alergias respiratórias?
  • Acne?


A resposta à pergunta inicial pressupõe a resposta a QUEM irá consumir o leite, COMO será a forma em que esse leite se apresenta (manteiga, leite, iogurte, queijo, natas), FREQUÊNCIA e QUANTIDADE.


Procure um nutricionista que o ajude a perceber se o leite é ou não saudável para SI, para que caso não seja, possa obter os seus nutrientes através de outras fontes alimentares.

Abóbora no forno com mel e alecrim

Abóbora no forno com mel e alecrim

Bom dia! Ontem tive uma feliz descoberta culinária que quis partilhar aqui convosco: abóbora no forno com mel e alecrim. Fica tão bom que hoje vou fazer novamente com a abóbora que sobrou 😀 Comi ao jantar, incluída numa refeição vegetariana, mas a verdade é 

Lasanha de beringela

Lasanha de beringela

Olá a todos! A minha horta está literalmente sobrelotada de beringelas por isso é provável que apareçam por cá algumas receitas com beringela, afinal de contas, vou ter de dar largas à imaginação para as consumir 🙂 A primeira receita que partilho é uma espécie 

Estufado de lentilhas

Estufado de lentilhas

Olá a todos!

Tenho prometido trazer novas receitas aqui para o site e, embora a promessa tenha andado a cumpri-se lentamente, aqui está mais uma, que segue as “regras” de sempre: saudável, saborosa, nutritiva, fácil e económica!

A receita foi retirada do site www.heartbeetkitchen.com que tem receitas ótimas!

É uma refeição vegetariana mas quem quiser pode juntar carne. Outra sugestão é adicionarem mais legumes, como por exemplo cenoura, alho francês, abóbora, cogumelos… Assim poderão reduzir um pouco a quantidade de lentilhas e tornar a refeição mais leve.

Vamos à receita?

Para 4 pessoas 

Ingredientes

2 colheres de sopa de azeite

1 cebola picada

3 dentes de alho picados

Sal

1 chávena de lentilhas verdes ou vermelhas secas

400ml de leite de côco

2 chávenas de água

1 colher de chá de pimentão doce em pó

400g de tomate em pedaços

Sumo de 1 lima

1 mão cheia de salsa picada

Preparação

  • Num tacho coloque o azeite e a cebola picada e cozinhe durante cerca de 5 minutos em lume médio.
  • Junte as lentilhas e o sal e cozinhe mais 2 minutos mexendo. 
  • Junte o leite de côco, a água, os dentes de alho e cozinhe em lume brando durante cerca de 30 minutos com a tampa.
  • Retire a tampa e veja a textura das lentilhas (devem estar suaves).
  • Junte o pimentão doce e metade dos tomates e ferva.
  • Mexa, baixe o lume e cozinhe com a tampa mais 5 minutos até que o molho comece a engrossar. 
  • Junte o restante tomate e cozinhe mais 10 minutos para que o molho fique bem cremoso. 
  • Por fim junte o sumo da lima e a salsa picada e sirva com arroz basmati (opcional).

Quem vai experimentar? 😉

Já ouviu falar de tofu, seitan e tempeh?

Já ouviu falar de tofu, seitan e tempeh?

Cada vez há mais pessoas com vontade de incluir refeições vegetarianas na sua dieta e, inclusive, essa tem vindo a ser uma recomendação de várias entidades de Nutrição e de Saúde. Hoje falo-vos de 3 alternativas vegetarianas à carne, esclarecendo o que é cada uma 

Conhece estes grãos/cereais?

Conhece estes grãos/cereais?

Temos muitos cereais à nossa disposição mas, de forma geral, desconhecemos a maioria e consumimos sempre os mais comuns: arroz e trigo.⁣⁣Hoje vamos conhecer outros, para que a nossa alimentação possa ser mais diversificada⁣ 😉⁣✳️Amaranto: é um grão que se usa na culinária de forma 

Porque deve usar alga kombu quando demolha leguminosas

Porque deve usar alga kombu quando demolha leguminosas

Já aqui falámos sobre a importância de demolhar as leguminosas e agora vamos falar sobre um potente aliado no processo de tornar as leguminosas alimentos facilmente digeríveis: a alga kombu.

✳️ Colocarmos alga kombu na água de demolhar as leguminosas é uma ajuda extra e preciosa para que consigamos digerir melhor o grão, feijão e lentilhas.⁣


✳️O processo é simples: coloca-se uma tira de alga na água de demolha, juntamente com as leguminosas (também podemos cozinhar com a alga) e deixa-se estar até acabar o processo.⁣


✳️Uma nota importante é o facto da alga kombu ser uma das algas com maior teor de iodo, o que para quem tenha hipertiroidismo ou alguma necessidade de restringir a ingestão deste nutriente, é um aspeto a ter em conta. Nesse caso, o uso da folha de louro no processo de demolha pode ser uma solução.⁣


Quem já conhece? Notam diferença na digestão/inchaço?⁣ 😊

Porque devemos demolhar as leguminosas?

Porque devemos demolhar as leguminosas?

Hoje, como em muitas outras vezes, vamos falar de algo científico, mas há muito tempo feito baseado na sabedoria popular: as leguminosas (grão, feijão, lentilha) têm de ficar de molho! ⁣😉⁣⁣✳️Para além de ajudar a cozinhar mais rapidamente, demolhar as leguminosas facilita a sua digestão e