Candidíase recorrente? Veja aqui o que a alimentação pode fazer por si.

Candidíase recorrente? Veja aqui o que a alimentação pode fazer por si.

A candidíase vaginal recorrente acontece quando estamos perante 4 ou mais episódios de candidíase no espaço de 12 meses.

É mais comum em mulheres na faixa etária dos 24 aos 30 anos e estima-se que pelo menos 75% das mulheres venham a ter pelo menos um episódio ao longo da vida.

É importante salientar que o fungo que a causa, Candida Albicans, está naturalmente presente no nosso corpo e que, só perante algum desequilíbrio, ele tem o seu crescimento aumentando, causando então candidíase.

O nosso estilo de vida tem uma grande importância na redução do risco de candidíase recorrente, por reduzir os tais desequilíbrios que fazem com que a mesma aconteça.

Ora vejamos:

💮 Um sistema imunológico enfraquecido torna o ambiente mais propício, pelo que é importante que garanta uma boa ingestão de nutrientes que reforcem o sistema imunitário (vit A, C, E, zinco, selénio, vit D).
Também é importante reduzir o stress, não praticar exercício em excesso, dormir bem, cuidar do intestino e das suas emoções;

💮 Cuidar ainda mais do seu intestino se por alguma razão fizer uso de antibiótico frequentemente;

💮 Repensar, com ajuda do seu ginecologista, a toma da pílula anticoncepcional, uma vez que altera o controlo hormonal e o pH vaginal;

💮 Garantir uma dieta adequada: moderar o consumo de hidratos de carbono, optar pelos de baixo índice glicémico, eliminar o consumo de alimentos industrializados, reduzir o consumo de açúcar, álcool.

O uso de antifúngicos trata a candidíase aguda, mas se não cuidar dos aspetos acima, ela voltará a aparecer assim que tiver oportunidade 🧐



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *