5 dicas ESSENCIAIS para perder peso

5 dicas ESSENCIAIS para perder peso

Vamos começar pelos factos! A maioria das pessoas que procura emagrecer, quer um topping de espirulina antes de incluir a sopa na alimentação, bagas de gogi antes de se lembrar de comer fruta e um jejum intermitente antes de simplesmente parar de comer “porcarias”.

O que quero dizer com isto? Que antes de irmos para o complexo, temos de começar pelo simples! Eu sei que o simples não é tão instagramável, mas é saudável, resulta e é descomplicado. Por isso, assim de repente, parece-me melhor o básico e eficaz do que o gourmet esporádico.

Assim sendo, hoje trago 5 dicas ESSENCIAIS e básicas para o emagrecimento para começar JÁ HOJE.

São coisas que todos conseguimos fazer, que não exigem sequer uma mudança de rotina, mas que têm muito valor acrescentado.

Vamos a elas:

  1. Coma mais fibra. Onde está a fibra? Em todos os vegetais que vai colocar no seu prato. Quanto mais vegetais, mais fibra. Está no arroz integral em vez do arroz branco. Está na casca da fruta. Porquê que a fibra é importante? Porque, para além de inúmeros efeitos metabólicos, a fibra sacia! E se sacia, não vamos ter fome tão cedo. E emagrecer sem passar fome é, ou não é, o ideal?
  2. Tenha cuidado com a quantidade de azeite que usa. O azeite é ótimo? É. É anti-inflamatório? É. Temos todos muito orgulho do azeite português? Temos. É chiqueza ter de entrada o azeite com a gotinha de vinagre balsâmico? É. Mas tem por cada colher de sopa quase 100 Kcal. Por isso, se em vez de colocar um fio de azeite no tacho colocar um rio de azeite, só em azeite tem umas 300 ou 400 Kcal. Refogue, mas não afogue 🙂 E não se esqueça… se depois ainda for temperar no prato, é sempre a somar.
  3. Tenha atenção à porção que vai comer. Os pratos aumentaram bastante de tamanho nos últimos anos e como todos nós temos um grilo falante que nos diz (e bem) que não se deve deitar comida fora, às vezes exageramos nas porções e até comemos sem vontade, só para não desperdiçar. Vamos manter o conselho do grilo, mas servindo menos no prato, apenas. Uma forma simples também é usarmos pratos de sobremesa, que hoje em dia até já são bem generosos;
  4. Fruta é fruta. Daquela que se trinca, que não vem em pacote. Fruta desidratada tem uma carga glicémica muito maior, o que além de estimular o ganho de gordura corporal, faz com que tenha fome mais cedo, levando-o a comer mais;
  5. Esqueça os sumos de fruta. A maioria dos sumos de fruta que fazemos em casa ou bebemos em cafés ou esplanadas contêm várias peças de fruta e pouca ou nenhuma fibra. Resultado? Um verdadeiro shot de açúcar, fácil de absorver, e um valente estímulo para a fome precoce e para o ganho de gordura corporal.

Que tal? Já conheciam todas estas dicas? Têm dúvidas?

Até à próxima!



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *